Sinjor apoia a greve dos estudantes de comunicação da UFPA

Imagem

O Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará (Sinjor) lançou nota de solidariedade à luta dos estudantes de Jornalismo da Universidade Federal do Pará, que juntamente com os alunos de Publicidade, estão em greve desde a última quarta-feira (17/07) reivindicando, entre outras coisas, melhores condições para os laboratórios do curso.

O apoio demonstra a importância e pertinência do movimento dos estudantes, não só pela sua contribuição na busca de um ensino superior público eficiente, quanto pela própria qualidade da formação da área da comunicação.

Confira abaixo a nota do Sindicato:

SOLIDARIEDADE AOS ESTUDANTES DE JORNALISMO DA UFPA

O Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará (Sinjor-PA) solidariza-se com os estudantes de Jornalismo da Faculdade de Comunicação da Universidade Federal do Pará (UFPA), presentemente em greve exigindo melhorias substanciais nos laboratórios do curso.

A comunidade paraense precisa tomar ciência de que, na UFPA, uma das maiores universidades brasileiras, os estudantes não dispõem do mínimo necessário para a sua formação. Os alunos do curso de Jornalismo, que se preparam para amanhã serem os produtores das informações indispensáveis para o bem-estar de todos, não contam com laboratórios adequados para o seu preparo profissional, especialmente os laboratórios de telejornalismo, radiojornalismo e jornalismo impresso, que se acham em situação a mais precária.

A Direção superior da UFPA dispõe de verbas para construção e reforma de prédios dentro do Campus, como está neste momento reformando o gabinete do reitor e construindo um anexo para a Reitoria e para as atividades burocráticas. No entanto, alega não haver dinheiro para as atividades fins da Universidade.

No caso do curso de Jornalismo, os computadores funcionam mal ou não funcionam, os serviços de internet são precaríssimos e toda a estrutura laboratorial funciona de maneira vergonhosa, sem técnicos em informática e sem manutenção. Isso tudo compromete a formação daqueles que desejam preparar-se para amanhã serem os produtores de um novo jornalismo tão necessário à sociedade paraense e brasileira.

Daí porque este Sindicato vem manifestar a sua pública solidariedade aos estudantes em greve, por compreender a justeza de suas exigências.

Belém, 19 de julho de 2013
Sheila Faro
Presidente do Sindicato dos Jornalistas no Estado do Pará

O CACO agradece a solidariedade do Sinjor e ressalta a importância desse tipo de relação cordial e de reconhecimento entre entidades representantes de diversas categorias referentes à área da comunicação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s