Eleições CACO 2015-2016

A Comissão Eleitoral torna público o Edital para as inscrições das chapas das Eleições 2015 para a nova gestão do CACO. O período de registro inicia-se no dia  27 de abril.
Confira o EDITAL ELEIÇÃO CACO 2015.

Para as chapas interessadas, segue o formulário de inscrição: FICHA DE INSCRIÇÃO.

Em caso de dúvidas, procure um dos membros da CE:

Comissão Eleitoral – CACO 2014
Lais do Valle – lais.jornal@gmail.com
Raisa de Araújo – raisaaaraujo@gmail.com
Ronaldo Palheta – ronaldo.palheta@hotmail.com

ATA DA ASSEMBLEIA GERAL ORDINÁRIA DE ENTREGA DA GESTÃO SIM

Data: 17 de abril de 2015
Local: Auditório do Instituto de Letras e Comunicação
A Assembleia teve início às 11h25, com a presença de 52 sócios do CACO.
Primeiramente, foram lidas e explicadas as alterações que foram feitas no novo Estatuto do CACO. Todas, após, passaram por aprovação ou eliminação dependentes de votação entre os presentes.
O estudante Raphael Castro (Jornalismo/2013), membro da Comissão responsável pelo novo Estatuto, fez a relatoria das modificações aprovadas ou não da proposta do documento e a gestão SIM do CACO pediu, via e-mail, a entrega do estatuto já pronto e aprovado em Assembleia até hoje, 18 de abril, para o CACO disponibilizar a público. O novo Estatuto do CACO se torna vigente a partir da posse da próxima gestão que assumirá o Centro Acadêmico de Comunicação Social.
Em seguida, a gestão SIM fez uma retrospectiva do ano em que coordenou o CACO, fazendo um balanço da gestão. O resumo está disponível neste link: http://goo.gl/u4Eur0
Formou-se, por fim, a comissão eleitoral responsável pelo processo eleitoral que decidirá a próxima gestão, composta por Laís do Valle (Jornalismo/2012), Raísa Araújo e Ronaldo Palheta (Jornalismo/2014).
Para saber mais sobre os eventos promovidos pela gestão SIM, confira os álbuns de fotos do CACO e aqui um compilado dos cartazes dos eventos: http://goo.gl/aABwXl
Aqui tem um compilado das atas das reuniões e assembleias feitas durante a gestão: http://goo.gl/RMDDiJ
E aqui tem todos os memorandos que o CACO deixou a outras entidades durante a gestão (com exceção dos direcionados a Semana do Calouro 2015): http://goo.gl/0rsRA9
Aqui tem o resultado de todas as pesquisas virtuais feitas pela SIM: http://goo.gl/vUVO9k
Gestão SIM (2014/2015)
Sonho, Inquietação e Memória

Não falte a Assembleia Geral desta sexta-feira, 17

Sabemos que vocês estão ansiosos para o resultado do FestCom UFPA, mas não esqueçam que temos nosso último encontro nesta sexta-feira, 17, com a Assembleia de Balanço e Entrega da Gestão SIM. Vai ser às 11h, no Auditório do ILC.
Lembrem também que será o momento de discussão e aprovação do novo estatuto do CACO, disponível para avaliação aqui: http://goo.gl/fhzKvT
Infelizmente, porém, não será mais realizada neste dia a Assembleia de Prestação de Contas da gestão da FACOM, por conta dos impendimentos nos horários das aulas causados pela paralisação das últimas duas semanas. Mas não se preocupem que já estamos pensando em um outro momento, junto à Direção, para, esperamos, ainda neste mês.
Não esqueçam que para a Assembleia ter início, precisamos de pelo menos 20% do corpo discente presente no Auditório, então, por favor, não faltem e não se atrasem! Este é um dos momentos mais importantes de cada ano do CACO.
Fique por dentro do que acontece, do que aconteceu e do que vai acontecer no nosso Centro Acadêmico de Comunicação Social.
Até sexta!

Inscrições prorrogadas para o I Festival de Produção Experimental da FACOM

AVISO URGENTE! Devido às paralisações ocorridas nesta semana interromperem muitas orientações e, inclusive, a oficina de paper, as INSCRIÇÕES para o 1º FestCom – Festival de Produção Experimental da FACOM – foram PRORROGADAS para o dia 13 de abril, segunda-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h! A premiação, então, será adiada para quarta-feira, 15 de abril de 2015, no mesmo horário e local.

A oficina de paper será amanhã, 9 de abril, às 15h, no Lab. 1 Agora, com este final de semana a mais, não tem mais desculpa! Inscreva-se no FestCom! São mais de 50 modalidades para ninguém ficar de fora! Leia o edital (http://goo.gl/AsbsxG), corre para preparar seu trabalho bem bonitinho para representar a Facom UFPA Brasil afora e participe!

DIA DO JORNALISTA: Quando uma imagem (infelizmente) vale mais que mil palavras

Por Rosane Steinbrenner

Neste dia 07 de abril, cenas cabais de agressão à manifestantes que protestavam contra a terceirização na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, registradas por repórteres fotográficos, exigem, neste Dia do Jornalista, que se reflita sobre o Jornalismo que vem sendo praticado pela chamada grande imprensa no país.

As imagens são fortes e falam por si. Em dado momento, um grupo de policiais cercam um manifestante com camisa e bandeira vermelha da CUT, Central Única dos Trabalhadores, e desfecham seguidos golpes de cassetete no homem que tenta se proteger, encolhido, já no chão. Termina carregado, sangrando, com a ajuda de um colega, que encara e invade com seu olhar a lente do fotógrafo. Um instantâneo de tristeza e incredulidade diante da cena.

Mas se as imagens revelam sem palavras uma violência desmedida, os textos das matérias nos portais dos principais jornais do país buscam, com maior ou menor intensidade, neutralizar ou naturalizar a violência utilizada pelas forças policiais neste dia em Brasília, afinal tratava-se de um enfrentamento com “meliantes”, conforme afirmação de um policial ouvido.  O efeito dos relatos construídos pelos repórteres e editados nas redações é em geral a indicação de culpa pelo confronto, que deixou oito feridos, inclusive dois deputados, a apenas um dos lados, o dos manifestantes. Estratégia finamente sintonizada com a do chefe daquela casa de leis e de representantes do povo. Ouvido pela imprensa sobre o episódio, o presidente da Câmara dos Deputados, Luis Eduardo Cunha, promete inclusive punir deputados que, segundo ele, teriam incitado a multidão a agredir. ”Que vai ter sanção de suspensão, vai”, disse ao repórter da Folha de São Paulo.

Ironia, senão escárnio, pensar que Luis Eduardo Cunha, melhor do que ninguém, deveria saberdos problemas e prejuízos que a terceirização pode trazer aos trabalhadores, como propõeo Projeto de Lei 4330, que estava previsto para ser votado nesta terça-feira e que regulamenta contratos de terceirização no mercado de trabalho para empresa privadas e públicas. Incensado pela mídia mais conservadora como um dos homens mais poderosos na atualidade do país, ele mesmo reconhecidamente um dos parlamentares mais conservadores do Congresso Nacional – autor da proposta de criação de um Dia do Orgulho Heterossexual – Luis Eduardo Cunha, radialista da primeira e maior rede de emissoras evangélicas (Melodia) no Rio de Janeiro, é casado com a jornalista Claudia Cordeiro Cruz, que processou e ganhou uma ação trabalhista contra a Rede Globo, justamente por ter trabalhado como terceirizada por cerca de 12 anos, de 1989 a 2001, como apresentadora de telejornais da emissora. A esposa do deputado conseguiu provar na justiça que nunca teve sua carteira de trabalho assinada, pois a emissora condicionou a prestação de serviços à formação de uma empresa pela qual a jornalista forneceria a sua própria mão-de-obra. Em julho de 2000, após ter adquirido uma doença ocupacional, um pólipo na faringe, a repórter foi informada que seu contrato não seria renovado.  Após a dispensa, a jornalista teve que arcar com os custos do tratamento e de cirurgia. Em 2008, o ministro do Tribunal Regional do Trabalho (RJ), Horácio Senna Pires, relator do caso, concluiu que o esquema “se tratava de típica fraude ao contrato de trabalho, caracterizada pela imposição feita pela Globo para que a jornalista constituísse pessoa jurídica com o objetivo de burlar a relação de emprego” (Portal Terra).

A “pejotização”, como é conhecida a terceirização, é a forma mais comum de precarização do trabalho em grandes empresas de vários setores da economia. Entre as grandes empresas jornalísticas do país cresce como praga. Jornalistas são contratados mediante a abertura de empresas individuais – que eles são obrigados a abrir – como Pessoa Jurídica (PJ). Perdem garantias trabalhistas, direito aos acordos coletivos da categoria, aumentam as pressões sobre os profissionais.

Assim, nesse Dia do Jornalista, faço coro com todos os manifestantes deste 07 de abril: NÃO à TERCEIRIZAÇÃO ! NÃO À PEJOTIZAÇÃO!

SIM AO BOM JORNALISMO, salvo hoje pela lente dos fotógrafos.

Sobre o assunto, ver a dissertação A Precarização da Atividade Jornalística e o Avanço da Pejotização, de Cládio Marcos da Silva (UNB, 2014) http://repositorio.unb.br/bitstream/10482/15710/1/2014_CladioMarcosdaSilva.pdf

Dra. Rosane Steinbrenner

Direção da Faculdade de Comunicação

Universidade Federal do Pará – UFPA

CACO se filiará por um ano a ENECOS

Certificamos hoje, 30 de março de 2015, que a maioria dos participantes votou “SIM” na votação ocorrida nos dias 26 e 27 de março de 2015, quinta-feira e sexta-feira, respectivamente, que decidia se o Centro Acadêmico de Comunicação Social se filiaria financeiramente e ideologicamente por um ano a Executiva Nacional dos Estudantes, a ENECOS. Infelizmente, a votação contou com um número quase inexpressivo de estudantes participantes: foram 57, no total, divididos entre 12 “não”, 4 “branco” e 41 “sim”, de acordo com a Comissão Eleitoral.

Isso significa que o CACO investirá 10% do valor de um salário mínimo atual para contribuir com as ações da Executiva Nacional. O pedido deverá ser feito no próximo encontro nacional, o que o torna responsabilidade da próxima gestão do Centro Acadêmico de Comunicação Social da UFPA.

A gestão SIM do Caco agradece o trabalho e a dedicação dos alunos Matheus Botelho e Nathan DeDieu, que foram responsáveis pela votação.

Falta pouco pro adeus

A Gestão SIM do Centro Acadêmico de Comunicação Social está chegando ao fim (sniff, sniff L ). Quer saber quais são as nossas últimas atividades?

Festa, festival e Comunicação

Na segunda-feira, 13 de abril, às 17h, no Auditório do Setorial Básico II, vai rolar o FestCom, o I Festival de Produção Experimental da FACOM, que selecionará premiará os melhores trabalhos de diversas modalidades que englobam Jornalismo, Publicidade e Propaganda e a Comunicação Social no geral. O festival vai servir como seletiva para o Expocom, Premiação da Intercom dentro dos congressos da Sociedade, e o evento contará ainda com um show de atração da artista Gina Lobrista.

 

Afinal, o que rolou nas gestões?

Dia 17 de abril, sexta-feira, às 11h, no Auditório do ILC, é nosso último contato juntos na nossa Assembleia Geral Ordinária de prestação de contas e formação da comissão que ficará responsável pelas eleições que decidirão a próxima gestão. Mas, antes disso, no mesmo dia, às 9h, a gestão da Faculdade de Comunicação fará sua prestação de contas, atualizando todas e todos a respeito do que foi feito e conseguido desde que assumiu a direção (equipamentos novos, laboratórios novos, plano pedagógico novo), e esclarecerá as dúvidas que surgirem.